Notícias Externas

Barragem de Brumadinho: "É preciso transformar momento de indignação em ação"

Para coordenador do Manuelzão, processos de licenciamento e fiscalização precisam ser revistos

Na coluna de Meio Ambiente desta semana, o coordenador do Projeto Manuelzão da UFMG, professor Marcos Polignano, defende ações para reparar vítimas e evitar novas tragédias como o rompimento da barragem de Brumadinho. 

Para o pesquisador, os mortos não devem ser esquecidos, mas momento também é de transformar a indignação em ações mais enérgicas. Ele lembra que o desastre da Mina Córrego do Feijão é uma repetição do que ocorreu há três anos em Mariana, quando uma estrutura da Samarco também se rompeu causando mortes e danos ambientais.

Ouça a conversa com o jornalista Vinicius Luiz