Pesquisa e Inovação

Guia Global para a doença de chagas é elaborado por pesquisadores da UFMG

A patologia, que hoje ultrapassa as fronteiras da América Latina, é causada pelo protozoário Trypanosoma Cruzi

Imagem microscópica do Trypanosoma cruzi, o agente infeccioso da Doença de Chagas
Imagem microscópica do Trypanosoma cruzi, o agente infeccioso da Doença de Chagas Domínio público

Um estudo realizado por pesquisadores UFMG orienta gestores e profissionais de saúde de todo o mundo sobre os perigos da tripanossomíase, a doença de Chagas. A patologia, que hoje ultrapassa as fronteiras da América Latina, é causada pelo protozoário Trypanosoma Cruzi e foi descoberta em 1909 pelo médico sanitarista brasileiro Carlos Chagas.
Com a preocupação de instruir profissionais de saúde de todo o globo, doze pesquisadores, dentre eles três da UFMG, elaboraram um guia sobre a doença, publicado na revista Circulation. O artigo traz informações sobre triagem, exames clínicos e laboratoriais, medicação e dosagem, indicação e cuidados do tratamento, bem como formas de prevenção.
A equipe de pesquisadores da UFMG foi coordenada pela cardiologista e professora da Faculdade de Medicina, Maria do Carmo Pereira Nunes.
Para saber mais sobre sobre a realização da pesquisa, além de cuidados que devem ser tomados ao lidar com a doença de Chagas, o programa Conexões conversou com a professora associada da Faculdade de Medicina da UFMG, e uma das pesquisadoras que coordenou o comitê de elaboração do documento, professora Maria do Carmo.

Ouça a conversa com Luíza Glória

A professora Maria do Carmo participou, junto com outros dois pesquisadores da UFMG e profissionais de saúde do mundo todo, de uma pesquisa que serviu de base para um guia global sobre a doença. O Boletim UFMG, o jornal de circulação interna da UFMG, também conversou com a pesquisadora. 

Para ler a reportagem sobre a pesquisa publicada na edição desta semana, você pode acessar o Boletim UFMG.

Veja também o guia, publicado na revista Circulation.

Giulliana Santos e Maitê Louzada, sob orientação de Hugo Rafael e Luíza Glória