Notícias Externas

Ministro da Educação aposta em time de economistas para o MEC

Esse é o assunto da Coluna de Educação

Presidente  Jair Bolsonaro e o ministro da Educação, Abraham Weintraub
Presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Educação, Abraham Weintraub Antonio Cruz/Agência Brasil

A  indicação de nomes ligados ao mercado financeiro para compor o Ministério da Educação mostra o avança dos setores econômicos no campo da educação.  É o que afirma o colunista de Educação, professor da Faculdade de Educação da UFMG, Luciano Mendes, que avaliou o período do filósofo a frente do MEC.

Ouça entrevista concedida ao jornalista Vinicius Luis