Notícias Externas

Prestígio de professores no Brasil é o pior em ranking internacional

Colunista de Educação, Marcus Taborda, analisa situação da profissão no país

Revista reúne publicações de professores da educação básica e de universidades

Luiza Ananda /UFMG

O prestígio dos professores no Brasil é o pior entre 35 países, segundo levantamento realizado pela Varkey Foundation. Fatores como trabalho excessivo, salários baixos, falta de respeito dos alunos e um dos piores sistemas educacionais do mundo, contribuem para essa percepção. O resultado fica ainda pior quando comparado aos demais países, em que ocorreu melhora nos índices. Na coluna de Educação desta semana, o professor da Faculdade de Educação da UFMG, Marcus Taborda, analisa a atual situação da profissão no Brasil.

Ouça conversa com Vinicius Luiz