Extensão

Projeto da Engenharia oferece oficina de grafite para menores em conflito com a lei

Jovens vivenciam o espaço universitário e trocam conhecimentos com estudantes de Engenharia de Sistemas

Telas e tintas ocuparam o gramado da Escola de Engenharia da UFMG, no campus Pampulha, na tarde da última terça-feira, 11, durante a oficina de grafite oferecida pelo projeto SELEX (Sistemas Elétricos Experimentais), do curso de Engenharia de Sistemas. A TV UFMG acompanhou a atividade de extensão que encerra as ações do projeto deste semestre. 

Formado por uma equipe multidisciplinar de professores, o projeto oferece uma programação que abarca música, arte, comunicação, entre outros temas. Durante o ano, os jovens conviveram com os estudantes da Universidade em atividades teóricas e práticas. Foram realizadas oficinas de produção de foguetes e de lanternas, com garrafas pet, além de visitas guiadas a espaços da UFMG. 

O projeto SELEX atua desde 2011 em parceria com a Prefeitura de BH na formação de menores que cumprem medidas protetivas e socioeducativas. De acordo com a analista de políticas públicas da Prefeitura de BH, Gabriela Macedo, a vivência dos jovens em diferentes espaços da Universidade rende bons resultados e os adolescentes se sentem mais empenhados nos estudos e se empolgam com a possibilidade de poder sugerir atividades para serem desenvolvidas nas oficinas. 

Entrevistados: Marcos Vinícius Bortolus (professor Escola de Engenharia UFMG) e Karina Santos (doutoranda Psicologia UFMG).
Equipe: Júlia Calasans (produção), Renato Temponi (reportagem), Ravik Gomes e Ângelo Araújo (imagens), Márcia Botelho (edição de imagens), Olívia Resende e Jessika Viveiros (edição de conteúdo).