Em 2014, a UFMG recebeu nota máxima (5) no Índice Geral de Cursos (IGC) do Ministério da Educação, tornando-se  a quarta mais bem avaliada universidade do país, em ensino de graduação.

Na pós-graduação, de acordo com a última avaliação realizada pelo órgão oficial pelo procedimento, a Capes, dos 63 programas de doutorado em atividade na UFMG, 31 foram apontados como de padrão internacional – classificados com as notas 6 e 7. Trata-se do maior percentual do Brasil (49,2%) de programas de doutorado com tais notas.