Alunos da UFMG são finalistas de concurso nacional de inovação e empreendedorismo do Instituto Claro

Equipe criou plataforma para estimular jovens a se encantarem pelos processos de aprendizado por meio da gamificação colaborativa

Dois estudantes da graduação em Ciências Biológicas da UFMG estão entre os finalistas da 9ª edição do Programa Campus Mobile, concurso nacional de inovação e empreendedorismo promovido pelo Instituto Claro que incentiva universitários e recém-formados a construírem soluções com impacto social por meio de aplicativos. Os alunos integram uma das três equipes que disputam o prêmio na categoria Educação, cujo resultado será divulgado até 5 de maio. 

João Victor Souza Alves e Wilian Araújo Lopes, alunos do Instituto de Ciências Biológicas (ICB-UFMG), juntaram-se a Mathews Martins Sant'ana Lima para criar uma equipe focada em cessar o decréscimo de aprendizado no ensino remoto e a distância (EAD) e otimizar o aprendizado do ensino presencial. Para isso, o grupo criou a plataforma Educame, que atua como um hub de soluções metodológicas inovadoras com materiais, divulgação científica e jogos didáticos, capaz de estimular crianças e adolescentes a se encantarem pelos processos de aprendizado por meio da gamificação colaborativa com os professores, ensino personalizado para determinado modo de aprendizado do aluno e um ambiente digital lúdico.

A primeira etapa do concurso do Instituto Claro começou em fevereiro e contou com 198 participantes de 68 universidades de todo o Brasil. Após uma semana imersiva, na qual os concorrentes passaram por palestras, mentorias, maratonas de programação e oficinas com especialistas e profissionais do mercado, os três projetos finalistas de cada categoria foram indicados. Os primeiros lugares nacionais ganharão um prêmio em dinheiro e uma viagem ao Vale do Silício, nos Estados Unidos, para conhecer empresas de sucesso na área de tecnologia.

Assessoria de Imprensa UFMG

Fonte

Assessoria de Imprensa UFMG

Serviço