Desafio da UFMG busca propostas inovadoras para o mercado de alimentos e produtos

As propostas devem ser enviadas até domingo, 9 de maio; os selecionados terão mentoria com especialistas de universidades e centros de pesquisa

Imagine receber apoio e mentoria dos melhores especialistas de centros de pesquisa, universidades e indústria para o desenvolvimento de uma ideia ou projeto que ainda mantém parados na gaveta? É o que propõe o All 4 Food: conexões para mudar o mundo. Até este domingo, dia 9 de maio, estão abertas as inscrições de propostas para o Ciclo 2 do Desafio A4F, lançado pelo movimento. Podem se inscrever startups ou grupos de pesquisas com propostas que representem soluções para a economia circular e para o desafio do desperdício e perda de alimentos.

A rede é formada por uma série de instituições, entre as quais também faz parte o Instituto de Ciências Agrárias (ICA) da UFMG. De acordo com os organizadores, a All 4 Food funciona como um programa multidisciplinar ativo, colaborativo e de governança policêntrica no ecossistema de inovação na área de alimentos e bebidas. 

A inscrição de propostas deve ser realizada até o dia 9 de maio e os candidatos deverão anexar um vídeo pitch de até três minutos, no formato mp4, apresentando o projeto, que deve estar vinculado a uma das duas categorias do desafio: 1. ideação, desenvolvimento, validação; ou 2. operação, tração, scale-up. O evento será realizado entre os dias 24 e 28 de maio, remotamente por plataforma digital. 

O professor do ICA, Fausto Makishi, que também atua como coordenador adjunto da iniciativa, afirma ser uma oportunidade para que os estudantes exerçam suas habilidades de empreendedorismo e possam reunir e debater estes temas com grupos de grandes empresas, profissionais, professores de renomadas instituições de pesquisa do país e empreendedores.  “A programação desse segundo ciclo está recheada de ideias, debates e muita troca de experiências. A ideia é, principalmente, impulsionar novos negócios, mas também identificar soluções tecnológicas e caminhos a serem percorridos pelo setor rumo a sustentabilidade”, enfatizou o professor. 

De acordo com o edital do Desafio A4F as propostas podem ser relacionadas ao uso de “subprodutos e resíduos agroindustriais, alternativas para ingredientes tradicionais, biodiversidade brasileira, tecnologias e métodos para desenvolver e melhorar combinações de gostos e sabores no alimento e soluções relacionadas a novas embalagens (inteligentes, ativas e interativas), bem como a materiais inovadores”.

A cada ano, o desafio é pensado de acordo com um tema norteador, em concordância com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. Neste ano de 2021, o tema escolhido foi “Consumo e produção responsáveis”. Este é o segundo ciclo do desafio e ainda há a previsão de realização de mais um, no segundo semestre deste ano. Mais informações sobre a iniciativa podem ser obtidas no site do evento.

Assessoria de Imprensa UFMG

Fonte

Assessoria de Imprensa do Instituto de Ciências Agrárias da UFMG

(38) 2101-7754 – (38) 98401-9838

http://www.ica.ufmg.br/

Serviço