Feira do Jequitinhonha do Polo de Integração da UFMG é transposta para o ambiente virtual

Canais digitais buscam amenizar impactos da pandemia sobre as vendas dos artesãos

O Programa Polo de Integração da UFMG no Vale do Jequitinhonha, vinculado à Diretoria de Ação Cultural (DAC), completa 25 anos em 2021. Ao longo desse período, desenvolveu mais de 120 ações de ensino, pesquisa e extensão com a população da região.  
 
Devido à pandemia, um dos projetos de extensão do programa, a Feira de Artesanato do Vale Jequitinhonha, que ocorre desde o ano 2000 no campus Pampulha, teve de ser cancelada em 2020 seguindo as recomendações do Ministério da Saúde e das autoridades de saúde de Minas Gerais e de Belo Horizonte. 
 
A perspectiva é que a Feira de Artesanato do Vale do Jequitinhonha seja retomada no segundo semestre de 2021 caso as condições sanitárias permitam. 
Nesse cenário, visando diminuir os impactos econômicos sobre a vida dos artesãos, a coordenação do programa desenvolveu uma mostra virtual e a série Tutorial polo de internet para artesanato, com pílulas em vídeo, para capacitar artesãos de 30 municípios e 45 associações do Vale em vendas on-line de produtos.

No site do Polo Jequitinhonha, é possível encontrar informações sobre o projeto.
 
Ficha técnica
Reportagem: Soraya Fideles
Imagens: Lucas Tunes, Polo Jequitinhonha, Cedoc UFMG e Associação dos Artesãos de Santa Cruz de Chapada do Norte (Arca)
Edição de imagens: Márcia Botelho
Edição de conteúdo: Flávia Moraes

Assessoria de Imprensa UFMG

Fonte

Assessoria de Imprensa UFMG

Serviço