Notícias Externas

Cassação de Wellington Magalhães é rejeitada na Câmara

15 vereadores se abstiveram em votação

Painel da votação na Câmara Municipal
Painel da votação na Câmara Municipal Larissa Arantes | UFMG Educativa

Vereadores de BH rejeitam cassação do vereador Wellington Magalhães, do Democracia Cristã, por quebra de decoro parlamentar. Ele é acusado de fraudar contratos de publicidade da Câmara Municipal pela Operação Sordidum Publicae, deflagrada pela Polícia Civil do estado. Eram necessários 28 votos para que o parlamentar fosse retirado do cargo, mas apenas 23 votaram pela cassação. Ninguém votou a favor, mas 15 vereadores se abstiveram, garantindo a permanência de Wellington no cargo. 

Apesar da decisão, Wellington Magalhães segue afastado da cadeira de vereador por determinação da Justiça.

Ouça reportagem de Larissa Arantes