Notícias Externas

Mostra ‘A ditadura na tela’ exibe filmes sobre regime militar no Brasil

Primeira apresentação será nesta terça-feira, 7, no Museu da Imagem e do Som

Cena de 'Retratos de identificação', da diretora Anita Leandro
Cena de 'Retratos de identificação', da diretora Anita Leandro, que será exibido nesta terça, 7Reprodução

Entre os anos de 1964 e 1985, o Brasil foi marcado por uma ditadura militar, que restringiu a liberdade de expressão, retirou do povo o direito de escolher seus governantes e torturou inocentes. Para que não se esqueçam os horrores da repressão, a mostra de cinema documentário A ditadura na tela apresenta ao público sua sétima edição.

O evento, com realização do Núcleo de História Oral da Fafich e do Museu da Imagem e do Som (MIS), conta com três sessões comentadas de filmes nacionais recentes sobre aspectos distintos das memórias da ditadura militar no Brasil.

Um dos curadores da mostra, Gabriel Amato, que é doutorando em história pela UFMG, falou sobre o evento A ditadura na tela, em entrevista ao programa Conexões, da Rádio UFMG Educativa, concedida nesta terça-feira, 7.

“Nossa ideia é sair do espaço da universidade e ocupar outros espaços culturais da cidade de Belo Horizonte, para dialogar com o público sobre memórias da ditadura e como essas memórias aparecem nesses documentários”, explicou.

Ouça a conversa com Alessandra Dantas

A primeira sessão será hoje, às 19h, com o documentário Retratos de Identificação. A exibição será seguida de conversa com a diretora do filme, Anita Leandro.

As outras sessões ocorrem nos dias 21 e 28 de agosto no MIS (Avenida Álvares Cabral, 560, Centro), com entrada franca. Outras informações podem ser consultadas pelo telefone (31) 3277-4131.

Produção de Daniel Silveira, sob orientação de Alessandra Dantas