Arte e Cultura

Semana de Saúde Mental apresenta montagem baseada no Teatro do Oprimido

'Fala que eu te escuto - Teatro Jornal' debate saúde mental na Universidade nesta quarta-feira, 16

Espetáculo integra a programação da VI Semana de Saúde Mental e Inclusão Social da UFMG.
Espetáculo integra programação da 6ª Semana de Saúde Mental e Inclusão Social da UFMGArte: Giovana Carraro / UFMG

A UFMG realiza até sexta-feira, 18, a sexta edição da Semana de Saúde Mental e Inclusão Social, que tem os objetivos de debater com a comunidade acadêmica o atual momento da saúde mental no Brasil, promover a luta antimanicomial e gerar espaço para a reflexão e para o debate entre instituições e estudiosos sobre a luta daqueles que dependem da saúde pública brasileira para o tratamento mental.

O evento é organizado pela Pró-reitoria de Assuntos Estudantis da UFMG (Prae), e a programação conta com conferências, mesas redondas, conservatórios, oficinas, rodas de conversas, entre outros projetos.

Entre os eventos da Semana de Saúde Mental da UFMG, estão programadas também várias atividades culturais, como o espetáculo Fala que eu te Escuto - Teatro Jornal, que é coordenado pela professora Rita Gusmão, da Escola de Belas Artes da UFMG, baseado no método Teatro do Oprimido, de Augusto Boal. 

A encenação parte de manchetes de jornais sobre a saúde mental dos estudantes universitários para propor uma discussão sobre o tema com o público. A professora Rita Gusmão conversou com o programa Expresso 104,5, da Rádio UFMG Educativa, nesta quarta-feira, 16.

"Nos fomos alertados, tanto pela mídia, quanto por casos próximos, de uma onde de depressão atingindo um grande número de estudantes. Nós nos preocupamos com isso como seres humanos e como docentes, por entender que é realmente um momento sombrio da nossa sociedade. E aí, a partir das notícias que a mídia lançou, inclusive desafiando a Universidade diante dessas questões, nós tentamos então interpretar essas notícias e trazer uma reflexão que fosse mais profunda: que falasse de razões e não só de consequências", explicou a professora.

Ouça a conversa com Filipe Sartoreto

O espetáculo Fala que eu te escuto será apresentado às 19h, no pátio central da Escola de Belas Artes, campus Pampulha (Avenida Antonio Carlos, 6.627). A programação e outras informações estão disponíveis no site da Semana de Saúde Mental e Inclusão Social.