Notícias Externas

Aparelho para comunicação de surdo-cegos fica em 2º lugar no Prêmio Jovem Cientista

A designer de produtos Rafaella Santos Rêda recebeu o prêmio pelo design do aparelho

Aparelho
Aparelho auxilia na comunicação de surdo-cegos por meio de teclas vibratóriasDesign: Rafaella Santos Rêda

A UFMG é apenas um dos vários pólos de produção de conhecimento científico do nosso país. Por todo o Brasil, jovens cientistas estão estudando, pesquisando e procurando soluções para os desafios da nossa sociedade. Para revelar talentos e impulsionar a pesquisa no país, foi criado em 1981 o Prêmio Jovem Cientista, uma iniciativa do CNPq, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, a primeira instituição federal de fomento à ciência e tecnologia. Pois bem: na última edição do evento, a vigésima nona, a CNPq premiou com o segundo lugar a graduada em design da UEMG Rafaella Santos Rêda por causa de sua participação no projeto de um dispositivo de comunicação para surdocegos através da emissão e recepção de sinais sensíveis ao toque. O trabalho é o resultado do TCC em Design de Produtos. 

A designer Rafaella Santos Rêda, conversou com o programa Expresso 104,5, da rádio UFMG Educativa. 

Ouça a conversa com Filipe Sartoreto

Para conferir os vencedores de outras categorias e conhecer os projetos, acesse facebook.com/premiojovemcientista.

Produção: Larissa Fernandes e Gabriela Sorice, sob orientação de Hugo Rafael e Luiza Glória