Notícias Externas

Anastasia: "Toda a raiz dos problemas de MG decorrem da crise econômica"

Em entrevista ao Jornal UFMG, candidato do PSDB apresentou propostas

Antônio Anastasia (PSDB)
Antônio Anastasia (PSDB) PSDB | Reprodução

Em entrevista ao Jornal UFMG desta terça, 23, o candidato pelo PSDB, Antônio Anastasia falou sobre a crise econômica de Minas Gerais. "É a pior da nossa história de mais de 300 anos. Eu acho que o déficit é maior que R$ 11 bilhões, é superior a R$ 20 bilhões". Para resolver a situação, ele sugere reduzir gastos, aumentar receitas e renegociar a dívida junto ao governo federal. 

Sobre o piso dos professores, que foi um dos pontos de divergência entre seu governo e o SindUTE, Anastasia afirmou que é uma meta a ser perseguida. Mas ele defende que o maior esforço de sua eventual administração será pagar em dia os salários, que atualmente são parcelados pelo governo do estado. O tucano também disse que deseja restabelecer o pagamento de bolsas da Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig).

"Nenhum governo gosta de fazer penitenciárias, mas precisamos cumprir a lei", sustentou o candidato com relação à política prisional. Ele defende o aumento das parcerias público-privadas para aumentar as vagas nas prisões.

Anastasia também respondeu questões sobre meio ambiente, combate à pobreza e direitos humanos. 

Ouça entrevista concedida a jornalista Paula Alkmim