Notícias Externas

Coluna de Política repercute entrevista do ex-assessor de Flávio Bolsonaro

Para cientista político, Fabrício Queiroz não apresentou explicação plausível para movimentação financeira atípica

Flávio Bolsonaro
Flávio Bolsonaro, filho mais velho do presidente eleito Jair Bolsonaro, empregava Fabrício Queiroz em seu gabinete quando o assessor teria feito movimentações bancárias suspeitas Agência Brasil

O ex-assessor do deputado estadual e senador eleito pelo PSL, Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, ainda não prestou depoimento no Ministério Público, mas deu entrevista à imprensa nos últimos dias. Segundo o Conselho de Controle de Atividades Financeiras, ele movimentou de forma atípica um milhão e duzentos mil reais durante um ano. Já no futuro governo, ontem o gabinete de transição divulgou uma espécie de cartilha com as atividades prioritárias para a equipe. Esses são os temas da coluna de política de hoje com o pesquisador do Centro de Estudos Legislativos da UFMG, professor Carlos Ranulfo.

Ouça a conversa com Alicianne Gonçalves