Notícias Externas

Como a ciência busca alternativas para reduzir os agrotóxicos?

Episódio 6 do "Outra estação" discute impactos da liberação dos agrotóxicos e soluções propostas por cientistas para reduzir uso dessas substâncias

Governo Federal já liberou mais de 300 novos agrotóxicos neste ano
Governo Federal já liberou mais de 300 novos agrotóxicos neste ano Agência Brasil

63 novos agrotóxicos foram aprovados pelo governo federal só nesta semana. As liberações têm ocorrido em ritmo recorde neste ano: já são 325 em menos de nove meses. Os dados são do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O governo federal também mexeu recentemente na classificação de toxicidade desse tipo de produto. Uma mudança que gera controvérsias. Para uns, significa que o país está se adequando a padrões internacionais. Já para outros, significa mais risco para a saúde do trabalhador rural de baixa escolaridade. 

Esse é o tema do Outra estação desta semana (19/09). Além de discutir a reclassificação dos agrotóxicos, nós fomos atrás de pesquisas científicas para entender como esses produtos afetam a vida de quem trabalha no campo e quais são as alternativas viáveis ao uso de agrotóxicos.

Ouça a íntegra do episódio 6 do "Outra estação"

Uma reclassificação polêmica

Neste primeiro bloco do programa, explicamos o que muda na rotulagem dos agrotóxicos com a nova classificação de toxicidade estabelecida pela  Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Nós ouvimos a professora do Departamento de Química da UFMG Zenilda Cardeal e professor da Escola Superior de Agricultura da Universidade de São Paulo José Otávio Menten que trazem duas visões diferentes sobre a reclassificação.

Ouça o bloco 1 do programa

Ciência em busca de alternativas

Espuma sustentável de poliuretano desenvolvida na UFMG é capaz de remover pesticidas de alimentos
Espuma sustentável de poliuretano desenvolvida na UFMG é capaz de remover pesticidas de alimentos Arquivo da pesquisadora Marys Lene Braga Almeida

No segundo bloco do programa, falamos sobre os impactos da utilização dos agrotóxicos para o trabalhador rural e discutimos se a nova classificação de toxicidade dos produtos melhora ou não a vida dessa população. Um dos entrevistados foi o professor do Instituto de Ciências Agrárias da UFMG  Stanley Schettino, que fez uma pesquisa sobre a percepção do trabalhador rural em relação aos riscos do produto.

Ainda neste bloco, trazemos relatos de pesquisas brasileiras que estão procurando soluções para reduzir o uso de agrotóxicos na agricultura e também estudos que buscam minimizar os impactos desses produtos. São trabalhos como o da pesquisadora da UFMG Marys Lene Braga Almeida, que desenvolveu uma espuma capaz de eliminar os pesticidas dos alimentos, e do professor do Instituto de Ciências Agrárias Germano Leite que propõe o ensacamento de produtos como o tomate para proteger das pragas sem uso de químicos.

Ouça o bloco 2 do programa

Para saber mais sobre o tema:

Nota do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento sobre nova liberação de agrotóxicos

Nota da Anvisa sobre novo marco regulatório dos agrotóxicos

Relatório do Ministério da Saúde sobre exposição a agrotóxicos

Robô criado pela Agência Pública e Repórter Brasil que monitora os registros de agrotóxicos no Diário Oficial da União

Relatórios do Ibama sobre comercialização de agrotóxicos no Brasil

Entrevista do professor Stanley Schettino ao programa Veredas da ciência da Rádio UFMG Educativa em Montes Claros

Produção: 

O Outra estação desta semana (19/09) teve apresentação de Larissa Reis. Já a voz do quadro “explicando” é de Luana Lima. A produção do programa é Breno Benevides, Larissa Reis e Luana Lima. Edição e coordenação de jornalismo de Paula Alkmim e trabalhos técnicos de Breno Rodrigues. O programa Outra estação explora, semanalmente, um tema de interesse da sociedade, buscando dados e conversando com pessoas que possam trazer contribuições sobre o assunto. Na Rádio UFMG Educativa, em 104,5 FM, o programa vai ao ar às quintas, às 18h, com reprise na sexta, às 7h30. O Outra estação também fica disponível nos aplicativos de podcast.