Notícias Externas

Como a escola pode ajudar na formação de pessoas mais tolerantes?

Ataques a museus, exposições e artistas têm se tornado constante nos últimos dias

X
Exposição do artista Pedro Moraleida (1977-1999) está em cartaz no Palácio das Artes
Fundação Clóvis Salgado

Ataques a museus, exposições e artistas têm se tornado constante nos últimos dias em várias cidades. Em Belo Horizonte, o alvo mais recente é a exposição Faça Você Mesmo sua Capela Sistina, do artista Pedro Moraleida (1977-1999) , em cartaz no Palácio das Artes. Como a escola pode ajudar na formação de pessoas mais tolerantes e abertas à diversidade?

"Um dos papeis da escola é propiciar os instrumentos necessários para que as pessoas possam adquirir conhecimento, consciência e exercer a liberdade de escolha. Isso pressupõe a presença da diferença, da pluralidade e do contraditório", avalia o colunista de Educação do Jornal UFMG, o professor da Faculdade de Educação Marcus Taborda.

Para Taborda, "essa cruzada moralizadora tem tirado o foco dos grandes problemas nacionais" e se apresenta como uma "onda conservadora e reacionária". O professor questiona o que a escola tem feito para combater a intolerância e a perseguição a artistas, intelectuais e professores.

Ouça a conversa com Vinícius Luiz

Coluna veiculada no Jornal UFMG desta segunda-feira, 9 de outubro de 2017.