Arte e Cultura

Fenômeno literário, 'O Hobbit' completa 80 anos

Criação de J. R. R. Tolkien arrasta legião de fãs e já teve adaptação para o cinema

Martin Freeman, o Bilbo Bolseiro em 'Uma Jornada Inesperada'
Martin Freeman, o Bilbo Bolseiro em 'Uma Jornada Inesperada' James Fisher | Warner Bros e MGM | IMDB | Reprodução

Há 80 anos, um dos maiores universos da história da literatura era criado. Na tentativa de fazer um livro interessante para seus filhos, o linguista John Ronald Reuel Tolkien (1892-1973) acabou criando nada menos que O Hobbit, sexto livro mais vendido na história e que deu origem à saga O Senhor dos Anéis

Na trama infantojuvenil, Bilbo Bolseiro, um hobbit comum da Terra Média, encontra um anel mágico e precisa enfrentar diversos desafios. A saga já teve uma adaptação para o cinema dividida em três partes -  Uma Jornada Inesperada (2012), A Desolação de Smaug (2013) e A Batalha dos Cinco Exércitos (2014).

"É difícil encontrar uma obra que resista por tanto tempo e com uma legião de fãs e adoradores. Tolkien criou uma história para seus filhos, só que ela foi ganhando um volume tão fantástico que virou esse fenômeno literário que influencia tanta gente", comenta Nataniel Gomes, doutor em linguística e professor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, em entrevista ao programa Universo Literário desta quarta-feira, 11.

Para Nataniel, a obra traz como novidade o amadurecimento dos personagens, que vão se tornando cada vez mais complexos no decorrer da história, o que não era visto em publicações do gênero até então. "Esse tipo de leitura mais medieval e do universo da fantasia voltou à moda, com séries na TV. Existe um público interessado neste tipo de obra. Ainda mais quando há adaptações para o cinema", afirma o professor.

Devido ao sucesso de público, J. R. R. Tolkien foi instigado a dar uma continuidade à história de O Hobbit. Daí, surgiu a saga O Senhor dos Anéis, lançada nos anos 1950 e que também teve adaptações para a telona.

Ouça a conversa com Michelle Bruck
Capa do livro, edição de 2013
Capa do livro, edição de 2013 Reprodução