Notícias Externas

Livro sobre telejornal destinado a pessoas surdas será lançado em BH

Criado em 1986, Jornal Visual foi produzido e veiculado pela Rede Minas até 2013

De 1986 a 2013, jornal divulgou notícias com a Língua Brasileira de Sinais
De 1986 a 2013, jornal divulgou notícias com a Língua Brasileira de Sinais Reprodução

Há pouco mais de dois anos, em janeiro de 2016, entrou em vigor a Lei Brasileira de Inclusão (Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015). Uma das conquistas importantes foi a do acesso à informação: a lei obriga os sites de empresas e órgãos do governo a serem acessíveis às pessoas surdas, por meio da Libras – a Língua Brasileira de Sinais.

O Jornal Visual, produzido e veiculado pela Rede Minas até 2013, se preocupou em garantir o acesso à informação para as pessoas surdas desde a sua criação, em 1986. Foi o primeiro programa jornalístico diário criado para levar informação à comunidade surda no país. Primeiro, ao traduzir o conteúdo para a Libras. Em seguida, ao criar conteúdos destinados a pessoas surdas, tornando-se referência para a comunidade surda.

Relatos de profissionais tradutores e intérpretes que trabalharam no Jornal Visual foram reunidos em um livro, que será lançado neste sábado, 3, em Belo Horizonte. Nesta sexta-feira, 2, o jornalista William da Cunha Pacheco, um dos autores do livro, concedeu entrevista sobre a obra ao programa Conexões, da Rádio UFMG Educativa.

Ouça a conversa com Luíza Glória

O lançamento de Jornal Visual da Rede Minas de Televisão: reconhecimento, acessibilidade e acesso à informação para a pessoa surda será às 13h, na livraria Leitura do BH Shopping (BR-356, 3049, loja 51, Belvedere). Outras informações sobre o evento de lançamento podem ser obtidas com a livraria, pelo telefone (31) 3263-2700.