Notícias Externas

"Não há argumento para dizer que não houve Ditadura no Brasil"

Coluna de política explica como foi o Golpe de 64

O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez, defendeu nesta semana revisão da abordagem da Ditadura nos livros de história
O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez, defendeu nesta semana revisão da abordagem da Ditadura nos livros de história Arquivo I Marcelo Camargo I Agência Brasil

No domingo, dia 31 de março, completaram-se 55 anos do Golpe Militar no País. Ao longo dos últimos dias, o que se viu foi a defesa da ideia de que não houve Golpe nem Ditadura. Assim falou o Presidente da República e alguns de seus ministros. Na Coluna de Política de hoje, o coordenador do Centro de Estudos Legislativos da UFMG, professor Carlos Ranulfo, explica que não há argumento que sustente essa postura do governo. 

Ouça a conversa com a jornalista Alicianne Gonçalves