Notícias Externas

Projeto Manhã Encantada estimula o imaginário das crianças por meio da contação de fábulas

A iniciativa da Biblioteca Pública Infantil e Juvenil de Belo Horizonte desperta o interesse das crianças pela literatura

A história da Branca de Neve, a fábula da Lebre e da Tartaruga e o clássico Bela Adormecida são narrativas conhecidas pela maioria dos adultos de hoje. Mas, diante de Peppa Pig, Galinha Pintadinha e youtubers, será que as crianças de hoje conhecem essas histórias?

A proposta do projeto Manhã Encantada é trazer a contação de fábulas e histórias infantis para mexer com o imaginário infantil. O técnico em literatura Samuel Medina é mediador de leitura da Biblioteca Pública Infantil e Juvenil de Belo Horizonte, que promove o Manhã Encantada. 

Ele explica que o contador de histórias deve estar aberto a interrupções. "Para se contar bem uma história, você tem que estar disposto também a receber, da sua leitora, do seu leitor, do seu ouvinte, o que ele está recebendo da história. Narrar é sempre um ato de interação”, afirma. A entrevista foi ao ar nesta sexta-feira, 3.

Ouça a conversa com Gabriela Sorice

Com produção de Larissa Fernandes, sob orientação de Alessandra Dantas