Notícias Externas

Retorno da PEC que criminaliza aborto deverá tomar agenda feminista em 2018

Em ano de eleição, coordenadora do Nepem afirma ser urgente eleger mulheres comprometidas com a agenda feminista e a democracia​

Marcha Mundial das Mulheres 2017, no Rio de Janeiro
Marcha Mundial das Mulheres 2017, no Rio de Janeiro Fernando Frazão | ABr

Na coluna Gênero e Feminismo desta quinta-feira, 4, a coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre a Mulher (Nepem) da UFMG, Marlise Matos, comenta os temas que devem dominar a agenda feminista ao longo de 2018. O principal deles: o retorno da PEC 181, que criminaliza o aborto em caso de estupro no Brasil. O julgamento de Lula, as eleições e a disputa presidencial também foram abordados na conversa.

Ouça a conversa com Soraya Fideles