Evento acadêmico

Inscrições abertas para colóquio sobre biopolítica

O colóquio Biopolítica em Perspectiva, realizado pela Faculdade de Direito da UFMG, recebe inscrições até o dia 26 de outubro, para apresentação de trabalhos e para participação como ouvinte (gratuita), por meio do link: https://bit.ly/2ILCdB4 O evento será realizado nos dias 5 e 6 de novembro e abrigará conferências e grupos de trabalho.

Os trabalhos apresentados serão convidados a compor o livro resultante do colóquio. O objetivo é afirmar, na tradição do pensamento de Michel Foucault, formas de vida não facistas e produzir 'potências biopolíticas de vida'.

Sobre o evento

Michel Foucault, ao longo da década de 1970, conduziu a sua tese sobre um novo poder e forma de governo, a biopolítica. Essa forma de atuação de poder, por meio de um fazer viver e deixar morrer, se constitui tanto como um poder de disciplinar, de punir, de rentabilizar e de exercitar a vida dos corpos que estão sob sua salvaguarda como um poder de promover a saúde, a higiene, a longevidade e, nesse sentido, a vida dos sujeitos.

A teoria de Foucault abre possibilidades para analisar questões tão variadas quanto os conflitos urbanos, o neoliberalismo, as insurreições populares dos séculos XX e XXI, a governamentalidade algorítmica, o urbanismo, e inovações biotecnológicas, como pesquisas genéticas.

Segundo os organizadores, são essas passagens e disputas, abertas pelo pensamento de Foucault, que inspiram o Colóquio Biopolítica em Perspectiva a propor um diálogo que tente compreender a potência da biopolítica.

O colóquio é proposto como um campo aberto para pensar a potência positiva e negativa das práticas de governo da vida e da morte, a produção da multidão e de outros sujeitos sociais revolucionários, a biopolítica como uma possibilidade de produção do comum, de constituição dos sujeitos e de afetos, a necropolítica como a produção de uma máquina de corpos matáveis, a biopotência e o biopoder.

Mais informações no site do evento: https://bit.ly/2ILCdB4