Notícias Externas

Comerciantes projetam aumento de até 15% nas vendas de peixes com início da Quaresma

Nos 40 dias anteriores à Semana Santa, muitas pessoas deixam de comer carne vermelha por motivos religiosos

Para os comerciantes, Quaresma é um segundo Natal em volume de vendas
Para os comerciantes de peixes, Quaresma é um segundo Natal em volume de vendas Gabriel Jabur I Agência Brasília

Com a quarta-feira de cinzas começa a quaresma, período considerado a preparação da Páscoa para alguns cristãos. Nestes quarenta dias anteriores ao feriado da Semana Santa, muitas pessoas deixam de comer carne vermelha por conta de sua fé. A tradição deixa os comerciantes de peixes otimistas. A projeção é de crescimento de até 15% no volume das vendas de pescados em comparação com o mesmo período do ano passado.

Entre os consumidores, a principal preocupação é com o aumento dos preços.  De acordo com o site Mercado Mineiro, o custo médio do bacalhau - peixe mais procurado neste período - varia de 40 a 90 reais. Ainda assim, quem segue fielmente a tradição, promete não abrir mão de receitas que são passadas de geração para geração da família.

Ouça a reportagem de Mariana Prates