Notícias Externas

Especialistas avaliam novo pacote de segurança do governo federal

Alguns estados esperavam que recursos fossem transferidos e não emprestados como propõe o governo

Intervenção no Rio leva a debates no Brasil
Intervenção no Rio leva a debates no Brasil Tânia Rêgo/ Agência Brasil

Cerca de duas semanas depois do anúncio da intervenção federal no Rio de Janeiro, o governo federal anunciou um pacote de medidas de segurança pública, voltado, principalmente para os estados. Em meio às discussões sobre como garantir ações efetivas e mais recursos para a área, o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, deu uma declaração polêmica. Ele defendeu ontem a construção de mais presídios para o combate à criminalidade e à impunidade.

Durante reunião com governadores no Palácio do Planalto, o presidente Michel Temer confirmou a linha de financiamento no valor de R$ 42 bilhões para investimentos em segurança pública. Os recursos, no entanto, serão oferecidos, a maior parte, por meio de empréstimo do BNDES, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico. Por isso a medida foi criticada. Alguns Estados, tendo em vista que a maioria vive graves crises financeiras, cobraram que a verba fosse transferida para os caixas estaduais. 

Ouça a reportagem de Larissa Arantes