Notícias Externas

Espetáculo celebra os 70 anos do escritor Caio Fernando Abreu

Texto da montagem é baseado no livro ‘O inventário do ir-remediável’

Espetáculo conta com interpretação solo do ator Matheus Soriedem
Espetáculo conta com interpretação solo do ator Matheus Soriedem Foto: João Lima / Divulgação

Ao lado de Clarice Lispector, o escritor gaúcho Caio Fernando Abreu é recordista no número de citações falsamente atribuídas a ele nas redes sociais. Apesar de cômico, esse fenômeno não é injustificado: sua obra trata de questões que tocam muita gente, como sexo, medo, morte e solidão.

O que nem todo mundo sabe é que Caio Fernando Loureiro de Abreu foi perseguido pelo Dops (Departamento de Ordem Política e Social), órgão de censura e repressão da ditadura militar no Brasil.

Na época, Caio refugiou-se no sítio da escritora Hilda Hilst, em Campinas. Foi nesse período que ele escreveu o livro O inventário do ir-remediável, uma das bases da pesquisa que deu origem ao espetáculo EuCaio – 70 anos de Caio Fernando Abreu.

O diretor Juarez Guimarães Dias, que assina a dramaturgia do espetáculo, falou sobre a vida e a obra de Caio Fernando Abreu, em entrevista ao programa Universo Literário, da Rádio UFMG Educativa, nesta terça-feira, 11.

Ouça a conversa com Gabriela Sorice

A apresentação, com entrada gratuita, será nesta quarta-feira, 12, na Casa Sapucaí (Rua Sapucaí, 303, Floresta). A classificação indicativa é para maiores de 14 anos. 

Outras informações podem ser consultadas na página do evento no Facebook.

Produção de Larissa Fernandes e João Rezende, sob orientação de Hugo Rafael