Notícias Externas

Morte de Manuel Bandeira completou 50 anos nesse sábado

Escritor pernambucano é considerado um dos nomes fundamentais do modernismo no país

Manuel Bandeira: referência do modernismo brasileiro
Manuel Bandeira: referência do modernismo brasileiro Arquivo Nacional / Domínio público

O escritor Manuel Bandeira é um dos grandes nomes da poesia brasileira. Nome fundamental do modernismo brasileiro, sua morte completou 50 anos nesse sábado, 13. Além de poeta, foi crítico literário, professor de literatura e também tradutor, trilhando percursos profissionais que, em grande medida, estiveram em contato direto com a arte.

Considera-se que Manuel Bandeira seja parte da geração de 1922 da literatura moderna brasileira, e seu poema Os sapos é tido como abre-alas da Semana de Arte Moderna de 1922.

No programa Universo Literário, da Rádio UFMG Educativa, desta segunda-feira, 15, o professor Sérgio Alcides, da Faculdade de Letras, falou sobre a vida, a obra e o legado do poeta pernambucano.

Ouça a conversa com Michelle Bruck

A obra de Manuel Bandeira, publicada pela Global Editora, pode ser toda encontrada no site da editora.

Produção de João Rezende e Maron Alexandre, sob orientação de Luíza Glória