Notícias Externas

Movimentos criticam medidas para evitar novas ocupações em BH

Decretos que regularizam terrenos foram assinados ontem pelo prefeito Alexandre Kalil

Prefeito Alexandre Kalil assina decretos reconhecendo assentamentos como Áreas de Especial Interesse Social
Prefeito Alexandre Kalil assina decretos reconhecendo assentamentos como Áreas de Especial Interesse Social Resiste Izidora / Facebook

Um dia depois de o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, assinar dois decretos para regularizar 119 ocupações, representantes dos movimentos de luta por moradia cobram mais diálogo e criticam as medidas para evitar novas ocupações. Segundo a prefeitura, os terrenos serão transformados em áreas de interesse social. 

Os representantes dos movimentos de luta por moradia afirmam que os documentos foram elaborados sem a participação dos ativistas e moradores e criticam o segundo decreto assinado ontem pela prefeitura que prevê medidas de “desmobilização de ações de ocupação ou uso irregular de áreas públicas”. 

De acordo com o texto publicado nesta sexta-feira no Diário Oficial do Município, autoridades competentes poderão ser acionadas para “coerção, intimação, demolição de edificações caracterizadas como ocupações, obras ou intervenções irregulares em áreas públicas”. 

Ouça reportagem de Larissa Arantes