Pesquisa e Inovação

Pesquisa da Veterinária identifica agentes infecciosos eliminados por répteis de estimação

Gatos e cachorros são os animais de estimação mais populares, mas uma parcela de criadores de animais de estimação se interessa por bichos mais incomuns, como tartarugas, iguanas e até alguns tipos de serpente.

Considerando os cuidados específicos sobre essas espécies, um projeto pioneiro da Escola de Veterinária da UFMG, iniciado em 2016, tem se dedicado a analisar os agentes eliminados por esses animais, a fim de constatar se eles são ou não prejudiciais aos seres humanos.

O professor especializado em doenças bacterianas Rodrigo Otávio Silva, da Escola de Veterinária da UFMG, um dos idealizadores da pesquisa, falou sobre o trabalho em entrevista ao programa Conexões, da Rádio UFMG Educativa, nesta segunda-feira, 14.

Ouça a conversa com Luíza Glória

Veja vídeo produzido pela TV UFMG:

Produção de Larissa Fernandes, sob orientação de Hugo Rafael e Luiza Glória