Notícias Externas

Programa Conexões repercute novos rumos da política externa brasileira

Primeiras medidas do presidente Jair Bolsonaro nas relações internacionais são tema de entrevista

Palácio Itamaraty, em Brasília: sede do Ministério das Relações Exteriores
Palácio Itamaraty, em Brasília: sede do Ministério das Relações Exteriores Foto: Leandro Neumann Ciuffo / CC BY 2.0 / Flickr: https://bit.ly/2CYxpps

Durante sua campanha eleitoral, o presidente Jair Bolsonaro prometeu uma reviravolta na política externa do Brasil. Para isso, ele nomeou Ernesto Araújo para o Ministério das Relações Exteriores.

O Itamaraty – como o ministério é conhecido – é responsável pelo assessoramento do Presidente da República na formulação, no desempenho e no acompanhamento das relações do Brasil com outros países e organismos internacionais.

Juntos, Bolsonaro e Araújo defendem a reaproximação do Brasil dos Estados Unidos e de Israel e o afastamento da China e do Mercosul. A dupla também quer que o Brasil saia de acordos internacionais. E essas são apenas algumas das medidas que têm sido anunciadas agora, nos primeiros dias do novo governo.

O professor de relações internacionais Lucas Leite, da Fundação Armando Álvares Penteado (Faap), e das Faculdades Integradas Rio Branco, analisou as primeiras medidas do novo governo na área das relações internacionais, em entrevista ao programa Conexões, nesta quarta-feira, 9.

Ouça a conversa com Luíza Glória

Produção de Giulliana Santos, sob orientação de Hugo Rafael e Luíza Glória