Notícias Externas

Programa Conexões repercute o Dia Internacional da Mulher

Professora da UFMG, que pesquisa estudos de gênero, falou sobre a luta das mulheres por igualdade

Sororidade: aliança feminina baseada no apoio mútuo
Sororidade: aliança feminina baseada no apoio mútuo Lucas Braga / UFMG

O Google divulgou relatório com dados de busca no site sobre temas relacionados à igualdade de gênero no Brasil, referentes a 2017. A palavra assédio teve seu recorde de buscas em abril, sororidade registrou seu pico em junho. Sororidade significa a aliança feminina baseada no apoio mútuo, na solidariedade e na empatia. Nunca antes se falou tanto em questões de gênero.

Hoje, 8 de março, Dia Internacional da Mulher, o programa Conexões, da Rádio UFMG Educativa, abortou o tema, com a proposta de debater como esse movimento pode contribuir para a construção de um mundo com mais equidade. A professora Yumi Garcia dos Santos, do departamento de sociologia da UFMG e pesquisadora de Estudos de Gênero, foi a entrevista da edição.

Ouça a conversa com Luíza Glória

São 4.473 homicídios dolosos em 2017, um aumento de 6,5% em relação a 2016. Isso significa que uma mulher é assassinada a cada duas horas no Brasil.

Nesta tarde, a partir das 16h, haverá concentração na Ocupação Carolina Maria de Jesus (Avenida Afonso Pena, 2.300, Funcionários). Os manifestantes seguirão até a Praça Sete, no centro de Belo Horizonte, em marcha pela vida das mulheres.

A partir das 15h30, haverá também concentração para o evento Mulheres na Luta, em frente à Assembleia Legislativa de Minas Gerais (Rua Rodrigues Caldas, 30, Santo Agostinho). De lá, os manifestantes também seguirão em passeata rumo à Praça Sete.