Notícias Externas

Temer sanciona LDO e mantém emenda que reajusta educação pela inflação

Na avaliação do colunista de Educação investimentos previstos não são suficientes

Cortes na educação: prejuízo para o ensino e pesquisa
Cortes na educação: prejuízo para o ensino e pesquisa EBC

Os investimentos em educação previstos pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), sancionada pelo presidente Michel Temer, vão ser reajustados de acordo com a inflação. A medida garante que os recursos não vão ser menores do que os previstos para 2018. Mas o que parece boa notícia não reflete as necessidades do setor no Brasil. Opinião é do colunista de Educação, professor da Faculdade de Educação, Marcos Taborda. Ele alerta para o fato de que o setor vem perdendo investimentos nos últimos anos e que a recomposição prevista pela inflação não é suficiente.

Ouça entrevista concedida ao jornalista Vinicius Luiz