Notícias Externas

Vacinação contra o sarampo e a poliomielite é tema no Conexões

Campanha Nacional de Vacinação vai até esta sexta-feira, 14, em todo o Brasil

Segundo o Ministério da Saúde, 94% das crianças já foram vacinadas
Segundo o Ministério da Saúde, 94% das crianças já foram vacinadas Foto: Erasmo Salomão / Ministério da Saúde

Em 2018, após muitos anos sem ouvir falar em sarampo e surtos da doença no Brasil, os índices de contágio da doença voltaram a amedrontar: já são 1.673 casos confirmados e ainda 7.812 sob investigação pelos órgãos de saúde. Os surtos ocorrem principalmente nos estados do Amazonas e de Roraima.

A campanha nacional de vacinação para conter o surto acaba nesta sexta-feira, 14, e os dados preliminares do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização indicam que a média nacional de doses aplicadas está em 94,7%. Onze estados atingiram a meta do Ministério da Saúde de vacinar, pelo menos, 95% do público-alvo.

O estado do Rio de Janeiro está entre um dos que não cumpriu, com uma cobertura abaixo de 80%, o que abre as portas para surtos na região. Na faixa etária de três e quatro anos, o objetivo inicial do governo foi alcançado, mas a maior preocupação é com os bebês de um ano de idade, cuja cobertura ainda está em 85,45%.

A campanha de vacinação é contra o sarampo e também contra a poliomielite. Nesta quinta-feira, 13, o programa Conexões, da Rádio UFMG Educativa, discutiu essas doenças e a importância da imunização, em entrevista com a infectologista Marise Fonseca, professora do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da UFMG.

Ouça a conversa com Luíza Glória

A Campanha Nacional de Vacinação contra a poliomielite e o sarampo vai até esta sexta-feira, 14, em postos de saúde e de vacinação de todo o Brasil. Todas as crianças de um a cinco anos incompletos devem ser vacinadas. Para isso, é necessária a apresentação do Cartão de Vacinação. 

Outras informações devem ser consultadas no site do Ministério da Saúde.

Produção de Daniel Silveira, sob orientação de Luíza Glória e Hugo Rafael