Evento cultural

Quarteto Ars Galante realiza concerto de música barroca no CAD 3

Ver cartaz do evento >

O Quarteto Ars Galante é a atração da série VivaMúsica do dia 20 de novembro, que acontece no CAD 3 da UFMG. O grupo fará palestra às 17h20 sobre 'O período barroco e o seu instrumentário', seguida de concerto, às 18h10. A entrada é gratuita e aberta a todos os públicos.

O quarteto Ars Galante se formou a partir do desejo comum dos instrumentistas em oferecer ao público a oportunidade de ouvir  obras do período barroco. O grupo é formado por Antonio Carlos de Magalhães, o Toninho, no cravo; Alexandre Braga, na flauta; Israel Muniz, no oboé; e Victor Morais, no fagote.

Os músicos

Toninho estudou piano na UFMG e é pós-graduado pela Universidade Estadual de Minas Gerais (Uemg). Exerce a direção artística do projeto Segunda Musical da Assembleia Legislativa de MG. Foi bolsista do I Festival Internacional de Cravo, em Porto (Portugal), e do Festival de Artes de Itu/SP, dentre outros. Ministrou masterclasses na Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ), Conservatório de São João del Rei e na Universidad de la Republica, em Montevideo (Uruguai). Gravou quatro CDs solo e outros com diversos grupos e artistas. Realizou concertos solo e em grupo no Brasil, Alemanha, Portugal, entre outros países.

Alexandre Braga, natural de Varginha, iniciou seus estudos musicais no Conservatório de sua cidade com a professora Leonilda Silva. Bacharel em flauta pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), desenvolve uma intensa carreira como músico de orquestra, sendo flautista da Filarmônica de Minas Gerais desde sua fundação, em 2008. Foi durante seis anos flautista da Sinfônica de Minas Gerais e da Orquestra Ouro Preto. Lançou seu CD “Recital” em 2017.

Israel Muniz graduou-se pela Faculdade de Música Carlos Gomes e pós-graduou-se pela Faculdade de Música de Colônia, na Alemanha, onde integrou importantes grupos orquestrais naquele país e no Brasil. Possui um trabalho de divulgação da família dos oboés pelo País e é membro da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais como solo corne inglês e artista das marcas de instrumentos musicais Ludwig Frank e Gebrüder Mönnig.

Vitor Morais é fagotista assistente da Filarmônica de Minas Gerais, formado em Músico Performance pela Faculdade Cantareira. Foi aluno no Instituto Baccarelli, em São Paulo, por cinco anos. Passou por vários grupos e orquestras, como a Orquestra Sinfônica de Heliópolis, no qual foi 1º Fagote por alguns anos.

(Fontes: Escola de Música e ALMG)

Descrição Imagem
Quarteto faz concerto gratuito na UFMG Flávia Bernardo