Notícias Externas

Atingidos por lama de Fundão reconstroem memória em projeto da UFMG

Por meio de acervos pessoais, moradores tentam dimensionar danos

Varanda de casa atingida pela lama de Fundão
Varanda de casa atingida pela lama de Fundão Tania Rego | Agência Brasil

Um grupo de pesquisa da UFMG tem desenvolvido, desde 2016, um projeto de pesquisa e extensão que busca fornecer instrumentos que auxiliem no reconhecimento dos danos causados aos atingidos no rompimento da barragem de Fundão, em Mariana. Entre os instrumentos desenvolvidos, um parecer foi produzido há dois anos questionando o formulário de cadastramento aplicado pela Samarco, além da produção da cartografia social e dos acervos familiares, que reuniram narrativas sobre a vida das comunidades. 

Ouça reportagem de Gabriele Álvares