Notícias Externas

Minas Gerais segue sem plano estadual de educação

Documento tramita na Assembleia Legislativa desde 2015

Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, cujo modelo parlamentar é considerado inovador no país
Plano está parado na Assembleia de Minas
Ricardo Barbosa / ALMG

Assim como o Plano Nacional de Educação, o Estadual possui metas para os próximos 10 anos para que o sistema de ensino avance em Minas Gerais. Ele chegou à Assembleia Legislativa em 2015 para substituir o Plano Decenal de Educação de 2011. Esse é o tema da última reportagem da série "Plano Nacional de Educação: por que não avançamos?". 

Em dezembro do ano passado, a Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia concluiu modificações para que o projeto seja apreciado ainda em primeiro turno no plenário. Mas segue sem previsão de ser analisado pelos deputados estaduais. 

Para conferir as outras cinco matérias, clique aqui para saber mais sobre o balanço do PNE; aqui para saber os desafios do financiamento; aqui para saber sobre as metas para o ensino fundamental; aqui para saber sobre o ensino superior e aqui para entender sobre gestão democrática. 

Ouça reportagem de Larissa Arantes