ECOLOGIA, CONSERVAÇÃO E MANEJO DA VIDA SILVESTRE

Voltar para o início

Nome do programa: Programa de Pós-graduação em Ecologia, Conservação e Manejo de Vida Silvestre

Unidade acadêmica: Instituto de Ciências Biológicas

Área de conhecimento: Ciências Biológicas

Site do programa: https://www.ufmg.br/pos/ecolog...

Plataforma Sucupira: https://sucupira.capes.gov.br/...

Descrição:

O doutorado oferecido pelo Programa de Pós-graduação em Ecologia, Conservação e Manejo de Vida Silvestre da UFMG se beneficia da estrutura transdisciplinar na qual docentes e discentes trabalham na solução de questões relacionadas a ecologia e conservação.

Os alunos têm a oportunidades de cursar disciplinas e desenvolver projetos destinados a resolver problemas acadêmicos e questões práticas da sociedade. No curso, podem se aprofundar em campos como avaliação e monitoramento da biodiversidade em todos os níveis de complexidade biológica, estudos limnológicos em uma perspectiva multidisciplinar aplicada à busca de soluções para questões ambientais e estudos sobre sistemas ecológicos, modelagem matemática, gestão ambiental, ecofisiologia, conservação e manejo da vida silvestre.

A grande maioria dos egressos atua profissionalmente em universidades, institutos de pesquisa, órgãos públicos, organizações não-governamentais e organizações internacionais na área de meio ambiente.

Instituído em 1989 como curso interdepartamental, o Programa funciona sob a responsabilidade dos departamentos de Biologia Geral, Botânica e Zoologia do Instituto de Ciências Biológicas (ICB), onde é sediado, e mantém cooperação com os demais departamentos do ICB e com o Instituto de Geociências (IGC) da UFMG. Também possui convênios firmados com diversas instituições nacionais e internacionais.

Código do curso: 2186

Período da versão: 2018/1

Aprovação: 04/07/2017

Nível: DOUTORADO

Titulação conferida: DOUTOR EM ECOLOGIA, CONSERVAÇÃO E MANEJO DA VIDA SILVESTRE

Vagas: Ano Total 1º semestre 2º semestre
2020 21 21 0

Créditos para integralização: 45

Semestres para integralização:

Mínimo: 4

Máximo: 8