Político-administrativo

Ciclo Tempos Presentes debate: Desinformação, mídia social e eleições no Brasil'

Ver cartaz do evento >

Resultados de estudos sobre desinformação nas redes sociais durante as eleições presidenciais de 2018 serão apresentados na segunda-feira, 23 de setembro de 2019, em conferência de Raquel Recuero. O debate integra a série de discussões do ciclo Tempos presentes  e a programação das atividades acadêmicas complementares dos cursos do turno noturno da UFMG.

As pesquisas são desenvolvidas pelo grupo Mídia, Discurso e Análise em Redes Sociais (Midiars), formado por pesquisadores das universidades federais do Rio Grande do Sul (UFRGS) e de Pelotas (Ufpel) e da Ryerson University (Canadá).

De acordo com Raquel Recuero, que é professora do Centro de Letras e Comunicação da Ufpel e pesquisadora do Programa de Pós-graduação em Comunicação da UFRGS, a linguagem sensacionalista empregada nas conversas das redes sociais e o elevado grau de disseminação das informações são elementos que caracterizam as notícias falsas ou a desinformação.

Em sua avaliação, a desinformação não pode ser caracterizada como tendência, pois sempre ocorreu. Mas foi no contexto de polarização política, com emprego desses elementos, que esse fenômeno ganhou superpoderes e amplitude em razão da atuação das redes sociais.

A palestra, que começa às 19h, no no auditório B106, do CAD 3, é aberta ao público. A participação de alunos da UFMG, mediante inscrição prévia e assinatura da lista de presença, poderá ser aproveitada como atividade acadêmica complementar. 

Trajetória

Raquel Recuero investiga o papel da desinformação nas mensagens das mídias sociais no Brasil, abordando, principalmente, os tópicos de discurso, redes e estrutura da conversação em Twitter, Facebook e WhatsApp, com a construção das discussões públicas e os efeitos das cascatas de desinformação, como fake news e boatos. 

É doutora em Comunicação e Informação pela UFRGS (2006). Na Universidade Católica de Pelotas, ela graduou-se em Comunicação Social, com Habilitação em Jornalismo (1998), e em Direito (1999).

(Fonte: Agência de Notícias UFMG)

Descrição Imagem
Raquel Recuero: "desinformação ganhou superpoderes" Fernando Halal/SecomUFRGS