Notícias Externas

10 de outubro, Dia Nacional de Luta contra a Violência à mulher

Diariamente, são registrados 606 casos de violência física e 164 casos de estupro no Brasil

.
. .

O dia 10 de outubro de 1980 foi marcado por um movimento que começou em São Paulo, quando mulheres reuniram-se nas escadarias do Teatro Municipal para protestar contra o aumento dos crimes de gênero em todo o país.
Dessa data, surgiu o Dia Nacional de Luta contra a Violência à Mulher, que busca impulsionar a reflexão dos números da violência contra a mulher no Brasil e o que se tem feito para combater o problema.
O problema é tão sério que, diariamente, são registrados 606 casos de violência física e 164 casos de estupro no Brasil.
Políticas públicas que visam diminuir e registrar esses casos de violências vêm sendo implementadas no país. A Lei Maria da Penha, considerada uma das melhores legislações, completou 12 anos em agosto deste ano e, segundo a Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres, é conhecida por 98% da população brasileira.
Por causa dessa legislação, foi estruturada a rede de atendimento especializada para as mulheres vítimas de violência. O Canal Ligue 180, transformado em disque-denúncia em março deste ano, funciona 24 horas todos os dias, incluindo feriados e fins de semana.
Para saber mais sobre o Dia Nacional de Luta contra a Violência à Mulher, que foi lembrado ontem, dia 10 de outubro, o programa Conexões conversou com a coordenadora do projeto Para Elas e professora da Faculdade de Medicina Elza Machado de Melo.

Ouça a conversa com Luíza Glória

Se você sofrer algum caso de violência, não hesite em ligar e denunciar. O canal Ligue 180 é comandado pela Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres e funciona 24 horas todos os dias, incluindo feriados e fins de semana.

Produção: Giulliana Santos, sob orientação de Luíza Glória