Notícias Externas

Livro relembra racismo enfrentado por jogadores negros campeões da Copa de 1958

Obra lembra uma geração de grandes jogadores como Pelé, Garrincha, Didi e Djalma Santos

.
. Reprodução

Hoje, o Brasil é pentacampeão mundial e, na Copa da Rússia, corre em busca do hexa. Mas um dia já estivemos dedicados à conquista do nosso primeiro título mundial: a história da primeira Copa do Mundo, vencida pelo Brasil há 60 anos, em 1958, lembra uma geração de grandes jogadores como Pelé, Garrincha, Didi e Djalma Santos.

O que nem todo mundo sabe é que para levantar a taça Jules Rimet, esses atletas tiveram de enfrentar um forte preconceito de raça que ainda havia no futebol brasileiro. Essa história está retratada no recém-lançado Campeões da Raça – Os Heróis Negros da Copa de 1958, livro publicado por meio de uma iniciativa de financiamento coletivo.

Nesta sexta-feira, 29, o jornalista Fábio Mendes, autor do livro, falou sobre a obra em entrevista ao programa Universo Literário, da Rádio UFMG Educativa.

Ouça a conversa com Michelle Bruck

Outras informações podem ser consultadas no site do projeto.

Produção de Larissa Fernandes, sob orientação de Hugo Rafael