Notícias Externas

Colunista faz balanço de Maria Helena Guimarães na secretaria-executiva do MEC

Professor Marcus Taborda analisa gestão na coluna de Educação do Jornal UFMG

Maria Helena Guimarães, ao lado do ex-ministro Mendonça Filho
Maria Helena Guimarães, ao lado do ex-ministro Mendonça Filho Mariana Leal | MEC

Na segunda-feira passada, 7, a secretária-executiva do MEC, Maria Helena Guimarães, deixou o cargo a pedido. Ela ocupou o posto desde 2016, quando Mendonça Filho assumiu o ministério. Apesar da expectativa de que ela poderia se tornar titular da pasta, o governo indicou outro nome, de Rossieli Soares. Ligada ao PSDB, Maria Helena foi a principal articuladora da reforma do ensino médio e da finalização da BNCC, a Base Nacional Comum Curricular. 

Na coluna de Educação, veiculada no Jornal UFMG desta segunda-feira, o professor da Faculdade de Educaçao (FaE/UFMG), Marcus Taborda, faz um balanço da gestão de Maria Helena na secretaria-executiva do MEC.

Ouça a conversa com o jornalista Vinicius Luiz