Notícias Externas

Comerciantes se preparam para lucrar com a Copa do Mundo

Evento deve movimentar bares e restaurantes, além da venda de artigos e camisas

Copa do Mundo de 2018 deve atrair grande público aos estabelecimentos de todo país.
Copa do Mundo de 2018 deve atrair grande público aos estabelecimentos de todo país. Agência Brasil

O estudo do SPC revela que três em cada 10 micro e pequenos empresários do comércio e serviços estimam que as vendas dos setores como um todo aumentem no período dos jogos. A estimativa é de que o volume médio de vendas seja 27% a mais  do que o mês anterior ao mundial. Na percepção da maioria dos empresários entrevistados pelo estudo, esse otimismo refere-se ao aumento do faturamento, principalmente, em setores que lucram com o consumo de produtos nesta época do ano.

Diretamente ligados ao evento os estabelecimentos mais procurados pela população são as lojas de souvenirs, comércio informal, bares e restaurantes, supermercados, comércio eletrônico e transporte. A economista da CDL-BH, Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte, Ana Paula Bastos afirma que a expectativa é de aumento de venda nos setores de vestuário, bares, restaurantes e lojas de artigos esportivos que são setores característicos da Copa do Mundo.

Ouça reportagem de Walker Caldeira