Notícias Externas

Kazuo Ishiguro é agraciado com o Nobel de Literatura

Sua obra mescla memória, tempo, lembranças e esquecimentos

Kazuo nasceu em Nagasaki, no Japão, em 1954
Kazuo nasceu em Nagasaki, no Japão, em 1954 Facebook Kazuo Ishiguro

O escritor britânico de origem japonesa Kazuo Ishiguro é o vencedor do Nobel de Literatura 2017, anunciou a Academia Real de Ciências da Suécia. Segundo o comitê do prêmio, Ishiguro, 62 anos, está associado aos temas de memória, tempo e auto-ilusão. Ele escreve em inglês e é autor de oito livros, alguns deles publicados no Brasil. Em sua obra, destacam-se Os Vestígios do Dia e Não me Abandone Jamais, ambos adaptados ao cinema. Seu último romance é O Gigante Enterrado.

Sua literatura aborda conflitos e traumas decorrentes de tempos incertos e sombrios e dos perigos do ser humano perder a capacidade de se colocar no lugar do outro. "Seus romances falam dos limites da humanidade e problematizam como dar sentido a um mundo que parece sem sentido. Ainda mais em tempos de extremismos políticos e ideológicos", comenta Silvia Mara Tellini, pesquisadora da Unesp, que se debruçou sobre a obra de Ishiguro em sua tese de doutorado.

Ouça a conversa com Vinícius Luiz

Entrevista veiculada no Jornal UFMG desta quinta-feira, 5 de outubro de 2017.