Notícias Externas

Livro ‘Humilhados e ofendidos’, de Dostoiévski, ganha nova edição no Brasil

Romance escrito pelo escritor após exílio ganhou nova tradução, feita pela professora Fátima Bianchi

.
. Reprodução

Em meados do século 19, a Rússia ainda era um império czarista – considerado como um dos maiores da história. Em uma de suas medidas bárbaras, o czar Nicolau I condenou à morte o escritor Fiódor Dostoiévski, por conta de um suposto envolvimento com um grupo intelectual radical, o Círculo Petrachévski.

Antes do comando para que o escritor fosse fuzilado, entretanto, chegou uma ordem do czar para que a pena fosse alterada para uma prisão com trabalhos forçados na Sibéria.

Após dez anos de exílio, Dostoiévski, que é considerado um dos maiores escritores de língua russa de todos os tmepos, escreveu o romance Humilhados e ofendidos, que ganhou nova tradução diretamente do texto russo, feita pela professora Fátima Bianchi, para edição recém-lançada pela Editora 34.

O editor Alberto Martins, responsável por assinar texto de orelha do livro, falou sobre a nova edição da obra de Dostoiévski publicada pela Editora 34, em entrevista ao programa Universo Literário, da Rádio UFMG Educativa, nesta terça-feira, 4.

Ouça a conversa com Michelle Bruck

O livro e outros trabalhos de Dostoiévski, traduzidos diretamente do texto russo, podem ser encontrados no site da Editora 34.

Produção de Larissa Fernandes, Gabriela Sorice e João Rezende, sob orientação de Hugo Rafael