Notícias Externas

Show de Maria Alcina abre o festival Verão Arte Contemporânea em 2018

Cantora mineira é uma das mais reconhecidas intérpretes da música brasileira, e foi revelada no Festival Internacional da Canção, em 1972

O Verão Arte Contemporânea 2018, que segue até o dia 4 de fevereiro, em Belo Horizonte, recebe a cantora mineira Maria Alcina no show de abertura neste domingo, 7 de janeiro, ao lado da Orquesta Atípica de Llamas, cuja proposta principal é valorizar a cultura Latina. Maria Alcina é uma das mais reconhecidas intérpretes da música brasileira, e foi revelada no Festival Internacional da Canção, em 1972, com a canção Fio Maravilha.

“Eu venho da época dos festivais, que possuíam um jeito próprio de expressão de música. Os festivais eram um modo de expressão da vida cultural brasileira em plena ditadura. Havia uma expressão em torno do que estava acontecendo”, afirmou a cantora Maria Alcina em entrevista ao programa Noite Ilustrada, da Rádio UFMG Educativa, nesta sexta-feira, 5 de janeiro.

Segundo a artista, naquela época, ouvia-se músicas bastante diferentes. “Cada artista se expressava da sua maneira e ele era aceito e ouvido. Hoje, a música ficou muito segmentada, o que não é bom pra ninguém, nem para quem faz muito sucesso em um momento só, pois terá que repetir aquele padrão eternamente, o que é impossível. Isso é ruim culturalmente. O bom é o plural, que haja oportunidade para todos”, defendeu.

Atualmente, a cantora roda o Brasil com a turnê do seu álbum mais recente, Espírito de Tudo, que é uma coletânea de releituras de canções do cantor e compositor Caetano Veloso e celebra os 50 anos do movimento tropicalista. “Fizemos esse show ontem, em São José do Rio Preto, e foi um sucesso. A casa estava lotada, o público foi maravilhoso, Tudo em função da obra do Caetano: intervenções, cinema, poesia, maquiagem”, comemorou.

Ouça a conversa com Luiz Fernando Freitas

Outras informações sobre o VAC 2018 podem ser consultadas no site oficial do evento.

Abetura do VAC 2018 tem show da mineira Maria Alcina
Abetura do VAC 2018 tem show da mineira Maria Alcina Murilo Alvesso / Divulgação