Arte e Cultura

As belezas e as curiosidades da Antártica invadem BH nestas férias

Mostra no Espaço do Conhecimento UFMG reúne fotografias e vídeos em 360° produzidos nas expedições dos cientistas da Universidade no continente mais gelado da Terra

Pesquisador da UFMG em trabalho de escavação em solo antártico
Pesquisador da UFMG em trabalho de escavação em solo antártico Luiz Rosa | UFMG

Que tal conhecer um pouco do continente mais gelado do planeta, aqui mesmo em BH? E ainda sem passar tanto frio assim! O Espaço do Conhecimento UFMG (Praça da Liberdade) recebe até 29 de abril a exposição Expedição Antártica: belezas e curiosidades do continente mais gelado da Terra.A mostra foi desenvolvida com as equipes dos projetos de pesquisa MycoAntar, Paisagens em Branco e MediAntar, da UFMG, que realizam estudos de biologia, arqueologia e medicina polar na Antártica.

Fotografias e vídeos inéditos em 360°, combinados com animações, podem ser vistos no curta-metragem Perspectivas Austrais, em formato fulldome, que explora os recursos do planetário digital e garante sensação de completa imersão. Os visitantes verão ainda cápsulas sensoriais que mostram as dificuldades de adaptação humana ao continente, além de poder experimentar os obstáculos criados por neve, vento e escuridão.

Já na atividade Caça aos vestígios na Antártica, a criançada usa luvas, jalecos, pincéis e lupas para encarnar o papel de um arqueólogo em busca de objetos encontrados pelo continente. Os pequenos podem ainda viram biólogos à procura de novas espécies ou se tornam médicos e aprender a medir as mudanças sofridas pelo corpo em um ambiente muito frio.

"A Antártica traz para os pesquisadores uma série de resultados que contribuem para entender problemas relacionados à saúde humana, questões relativas ao histórico das populações que por lá passaram, além de possibilidades de novos usos para a sobrevivência humana", avaliou a diretora científico cultural do Espaço do Conhecimento UFMG, Ana Flávia Machado, em entrevista ao programa Expresso 104,5 desta quinta-feira, 4. 

Ouça a conversa com Filipe Sartoreto