Notícias Externas

UFMG recebe o Fórum Internacional sobre segurança do paciente: erros de medicação

Focar no empoderamento do usuário para que ele saiba todos os medicamentos que utiliza é uma das propostas do evento

O 3° Desafio Global de Segurança do Paciente, definido pela Organização Mundial da Saúde é uma das pautas que serão discutidas durante o Fórum Internacional sobre segurança do paciente: erros de medicação
O 3° Desafio Global de Segurança do Paciente, definido pela Organização Mundial da Saúde é uma das pautas que serão discutidas durante o Fórum Internacional sobre segurança do paciente: erros de medicação Foto: Shutterstock

O Fórum Internacional sobre segurança do paciente: erros de medicação chega a sua 6ª edição. O evento ocorre no Campus Pampulha da UFMG na sexta-feira e no sábado e uma das propostas é intensificar o debate sobre o 3° Desafio Global de Segurança do Paciente, definido pela Organização Mundial da Saúde, que tem como meta reduzir em 50% os danos graves e evitáveis relacionados a medicamentos, ao longo dos próximos cinco anos. 

Para falar sobre as discussões que serão colocadas em debate durante o Fórum e a importância de estar bem informado sobre as práticas  inseguras no uso de medicamentos, a professora da Faculdade de Farmácia da UFMG, membro do conselho científico do Instituto para Práticas Seguras no Uso dos Medicamentos e integrante da comissão científica e organizadora da VI edição do Fórum Internacional sobre Segurança do Paciente: Erros de Medicação, Mariana Gonzaga, concedeu entrevista ao programa Conexões.

Durante a conversa, a professora ressaltou a importância dos usuários de medicamentos fazerem o uso mais seguro possível desses materiais. “Focar no empoderamento do usuário de medicamento para que ele saiba todos os medicamentos que utiliza. E que a sua família saiba também. A gente tem que tomar poder disso e sempre perguntar quando eu vou ao hospital: o que está sendo administrado para mim? Porque eu tenho que ser a última barreira para que o erro não chegue em mim”, defende a professora Mariana Gonzaga. A entrevista foi ao ar nesta quinta-feira, 2. 

Ouça a conversa com Alessandra Dantas

Conheça a programação no site do evento

Com produção de Gabriela Sorice, sob orientação de Alessandra Dantas